Entrar    Registrar

Queima de componentes

Componentes, Dispositivos, Equipamentos, etc...

Moderadores: guest2003, 51, Renie

  • Autor
    Mensagem

Re: Queima de componentes

Mensagempor longo.251272 » 05 Mar 2018 10:22

Boa MOR_AL, essa questão da trafo é bem interessante. Obrigado
longo.251272
Byte
 
Mensagens: 244
Registrado em: 08 Nov 2011 11:58
Localização: São Paulo - SP

Re: Queima de componentes

Mensagempor MOR_AL » 05 Mar 2018 18:17

longo.251272 escreveu:Boa MOR_AL, essa questão da trafo é bem interessante. Obrigado

Valeu!
MOR_AL
"Para o triunfo do mal só é preciso que os bons homens não façam nada." Edmund Burke.
"Nunca discutas com pessoas estúpidas. Elas irão te arrastar ao nível delas e vencê-lo por possuir mais experiência em ser ignorante". Mark Twain
Avatar do usuário
MOR_AL
Dword
 
Mensagens: 2755
Registrado em: 19 Out 2006 09:38
Localização: Mangaratiba - RJ

Re: Queima de componentes

Mensagempor chrdcv » 05 Mar 2018 18:45

MOR_AL escreveu:Outro detalhe, e que pode não ser relevante.
Há muito tempo, tinha umas fontes com o capacitor no núcleo. A gente vivia levando choque, daqueles que só "avisavam", sem maiores consequências.
MOR_AL


MOR_AL, não conheço e nunca ouvi falar dessa possibilidade. Poderia por gentileza explicar por gentileza do que se trata tal arranjo/configuração?
Seu Madruga: "O trabalho não é ruim, ruim é ter que trabalhar"
Avatar do usuário
chrdcv
Dword
 
Mensagens: 1514
Registrado em: 13 Out 2006 14:13

Re: Queima de componentes

Mensagempor MOR_AL » 06 Mar 2018 16:06

Eram umas fontes de tensão de uma marca famosa na época. Dependendo da inserção da tomada macho de dois pinos, do aparelho, na tomada fêmea da parede, o corpo da fonte te "avisava", com um sutil choque. Mas depois concluímos, que normalmente o "aviso", não dependia dessa inserção.

Acredito eu, que um capacitor do trafo para o terra, que era o corpo do aparelho e não o terra global, produzia meia tensão da rede, mas com corrente máxima igual a (Vca/2)*w*C. Claro que em série com Xc estava a resistência de nosso corpo (nossa pele), resultando em uma muito menor corrente circulando pela pele. O tal "aviso".

Claro que isso não quer dizer que seja a verdade. Esta explicação é minha e a considerarei, até que alguém me venha com uma mais apurada. Só não conseguimos, eu e alguns colegas que passamos por isso, outra explicação melhor.
MOR_AL
"Para o triunfo do mal só é preciso que os bons homens não façam nada." Edmund Burke.
"Nunca discutas com pessoas estúpidas. Elas irão te arrastar ao nível delas e vencê-lo por possuir mais experiência em ser ignorante". Mark Twain
Avatar do usuário
MOR_AL
Dword
 
Mensagens: 2755
Registrado em: 19 Out 2006 09:38
Localização: Mangaratiba - RJ

Re: Queima de componentes

Mensagempor KrafT » 06 Mar 2018 16:14

Havia um esquema de fazer uma camada de fio, ou uma espira de fita da largura do carretel, e aterrar o mesmo para isolar a capacitância primário/secundário dependendo da situação, esse "terra" dava choque.
"..."Come to the edge," he said. And so they came. And he pushed them. And they flew."― Guillaume Apollinaire
Avatar do usuário
KrafT
Dword
 
Mensagens: 2112
Registrado em: 11 Out 2006 14:15
Localização: Blumenau -SC

Re: Queima de componentes

Mensagempor Aquino » 06 Mar 2018 17:36

Eu sei que numa empresa onde trabalhei as NVRAMs do equipamento ficavam com os dados corrompidos do nada.(Era um 89S com uma NVRAM feita com circuito com bateria e mais um monte de coisas com uma 62256)
E isso só acontecia em campo, foi testado exautivamente e não foi encontrado nenhum bug em software ou hardware.
O gerente contratou um especialista em EMC, primeira ida ao laboratório da CIENTEC para buscar o problema, já foi encontrado.
Entrava alguma coisa pelos cabos dos sensores e não sei como chegava na SRAM.
Solução:
TVS na entrada e saída dos reguladores de tensão.
Filtro LC na entrada da fonte.
"...People who are really serious about software should make their own hardware..." Alan Kay
Aquino
Dword
 
Mensagens: 1790
Registrado em: 12 Out 2006 22:24

Re: Queima de componentes

Mensagempor chrdcv » 08 Mar 2018 14:52

MOR_AL escreveu:Eram umas fontes de tensão de uma marca famosa na época. Dependendo da inserção da tomada macho de dois pinos, do aparelho, na tomada fêmea da parede, o corpo da fonte te "avisava", com um sutil choque. Mas depois concluímos, que normalmente o "aviso", não dependia dessa inserção.

Acredito eu, que um capacitor do trafo para o terra, que era o corpo do aparelho e não o terra global, produzia meia tensão da rede, mas com corrente máxima igual a (Vca/2)*w*C. Claro que em série com Xc estava a resistência de nosso corpo (nossa pele), resultando em uma muito menor corrente circulando pela pele. O tal "aviso".

Claro que isso não quer dizer que seja a verdade. Esta explicação é minha e a considerarei, até que alguém me venha com uma mais apurada. Só não conseguimos, eu e alguns colegas que passamos por isso, outra explicação melhor.
MOR_AL


Entendi agora. Muito obrigado MOR_AL!
Seu Madruga: "O trabalho não é ruim, ruim é ter que trabalhar"
Avatar do usuário
chrdcv
Dword
 
Mensagens: 1514
Registrado em: 13 Out 2006 14:13

Re: Queima de componentes

Mensagempor chrdcv » 08 Mar 2018 14:54

KrafT escreveu:Havia um esquema de fazer uma camada de fio, ou uma espira de fita da largura do carretel, e aterrar o mesmo para isolar a capacitância primário/secundário dependendo da situação, esse "terra" dava choque.


Já tinha visto isso muito em trafos médios de aparelhos antigos, mas não sabia que o real motivo era esse. Pensava ser uma espécie de blindagem eletromagnética. Valeu muito pela elucidação!
Seu Madruga: "O trabalho não é ruim, ruim é ter que trabalhar"
Avatar do usuário
chrdcv
Dword
 
Mensagens: 1514
Registrado em: 13 Out 2006 14:13

Re: Queima de componentes

Mensagempor chrdcv » 08 Mar 2018 14:59

Aquino escreveu:Eu sei que numa empresa onde trabalhei as NVRAMs do equipamento ficavam com os dados corrompidos do nada.(Era um 89S com uma NVRAM feita com circuito com bateria e mais um monte de coisas com uma 62256)
E isso só acontecia em campo, foi testado exautivamente e não foi encontrado nenhum bug em software ou hardware.
O gerente contratou um especialista em EMC, primeira ida ao laboratório da CIENTEC para buscar o problema, já foi encontrado.
Entrava alguma coisa pelos cabos dos sensores e não sei como chegava na SRAM.
Solução:
TVS na entrada e saída dos reguladores de tensão.
Filtro LC na entrada da fonte.


Já ví muito isso acontecer em instrumentos musicais eletrônicos -- orgãos eletrônicos da década de 1980 e 1990 muito utilizados em igrejas evangélicas. Lembro que tinha muitos orgãos eletrônicos (sobretudo os nacionais) com Z80 e 8051 que utilizavam tais recursos. Muita das vezes, algum técnico cabação desmontava o orgão e desconectava a alimentação e aí o que estava ruim sempre piorava... As empresas cobravam uma grana por memórias "novas".
Seu Madruga: "O trabalho não é ruim, ruim é ter que trabalhar"
Avatar do usuário
chrdcv
Dword
 
Mensagens: 1514
Registrado em: 13 Out 2006 14:13

Anterior

Voltar para Componentes\Equipamentos Eletrônicos

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes

cron